Voltar
02 de julho de 2020

Ação distribui 40 mil máscaras em bairros com alta taxa de vulnerabilidade social de Caxias

Lideranças do bairro Eusébio Beltrão de Queiroz organizam entregas que deverão contemplar também moradores de outros quatro bairros da cidade

 

Um total de 20 mil kits, com duas máscaras cada, começou a ser distribuído nesta terça-feira (9) em bairros com alta taxa de vulnerabilidade social de Caxias do Sul. A ação na cidade encerra a campanha “Responsabilidade. Vista essa Causa”, que confeccionou e distribuiu 200 mil máscaras de proteção também em Passo Fundo, Porto Alegre, Santa Maria e Pelotas. A campanha é promovida pelo Grupo RBS, juntamente com as Lojas Renner e Lojas Lebes.

Para a logística de distribuição, a ação contou com parceria da Central Única de Favelas (Cufa) e, em Caxias, com os líderes comunitários, sobretudo do bairro Eusébio Beltrão de Queiroz, onde o material foi centralizado. Ao longo desta terça e quarta-feira (10), as máscaras também devem chegar aos moradores dos bairros: Vila Lobos, Cinquentenário II, Reolon e Mariani.

Proteção à comunidade

Por volta das 9h, a equipe voluntária deu início à distribuição nas ruas e também diretamente nas casas dos moradores da comunidade, conhecida como Vila do Cemitério. Somente no Beltrão de Queiroz serão distribuídas três mil unidades. De acordo com a presidente do bairro, Miriam Machado, a campanha agrega outras ações de amparo que estão sendo realizadas.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 09/06/2020 -  Campanha da RBS distribui máscaras de proteção ao coronavírus em comunidades vulneráveis de Caxias do Sul. No Beltrão de Queiroz a distribuição foi realizada por lideres comunitários, entre eles a presidente do bairro, Miriam Machado. O rapper e educador social Chiquinho Divilas, que está a frente de projetos do bairro, também participou. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14518274) -->
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

— Essa distribuição veio a somar ao projeto que temos de viandas, distribuídas todos os dias, bem como cestas básicas, a cada 15 dias. A nossa comunidade não tem muitas máscaras, eles pedem pra gente, e com estas unidades poderemos inserir a todos — comentou Miriam, que integrou a equipe de distribuição no bairro que ela lidera.

De pijama, a dona de casa Saionara Moreira de Castro, 57, recebeu sorridente a equipe voluntária. Ela ganhou kits que serão utilizados por ela, bem como pelos quatro irmãos e uma filha, todos portadores de necessidades especiais, os quais ela cuida.

CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 09/06/2020 -  Campanha da RBS distribui máscaras de proteção ao coronavírus em comunidades vulneráveis de Caxias do Sul. No Beltrão de Queiroz a distribuição foi realizada por lideres comunitários, entre eles a presidente do bairro, Miriam Machado. O rapper e educador social Chiquinho Divilas, que está a frente de projetos do bairro, também participou. NA FOTO: Saionara Moreira de Castro,57 anos, moradora.. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14518263) -->

De pijama, a dona de casa Saionara Moreira de Castro, 57, recebeu sorridente a equipe voluntária que deixou kits de máscaras para toda a famíliaFoto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

— A gente fica contente em ganhar, ainda mais neste momento que é tão importante. Sempre que preciso sair de casa eu uso, como segurança pra minha saúde e deles. Ensinei eles a usarem direitinho também — afirmou a moradora, que vestiu a máscara de estampa floral, tal qual a blusa que ela vestia, e “sorriu” com os olhos como forma de agradecimento.

O rapper e educador social caxiense Chiquinho Divilas, conhecido por dar voz à comunidade e responsável por alguns programas sociais desenvolvidos dentro do bairro, foi um dos organizadores da distribuição e acredita que a ação pode colaborar com a redução no número de infectados por coronavírus nas comunidades.

— As máscaras chegam no melhor momento possível, principalmente para as periferias, tendo em vista o afrouxamento do isolamento. É neste momento que todos nós estamos correndo risco. Com esta ação, a gente tem a possibilidade de fazer com quem os moradores utilizem, fiquem sabendo que a máscara é necessária para quem precisa sair de casa — afirmou.

 

Fonte: Pioneiro

Voltar para notícias