Voltar
02 de julho de 2020

Loja Lebes chega a São José do Norte

Rede de varejo inaugura loja com todos os cuidados necessários para proteger clientes e colaboradores contra o Coronavírus

 

No próximo dia 04 de junho, quinta-feira, às 9h, a Lojas Lebes, uma das maiores redes de varejo do sul do país, abre as portas da sua primeira filial em São José do Norte, na Rua Marechal Floriano, 360, no centro da cidade.

 

Com investimento na casa de R$ 1 milhão, a filial de, aproximadamente, 1.000 m², vai disponibilizar o mix completo de produtos nas linhas de moda, casa e tecnologia. “Estamos muito felizes em abrir a nossa primeira filial em São José do Norte e trazer para esta cidade o jeito Lebes de trabalhar, com variedade e qualidade de produtos, pagamentos facilitados, atendimento diferenciado e muito respeito aos nossos clientes”, comenta Otelmo Drebes, presidente da Lojas Lebes.

 

E em tempos de pandemia, a rede, que possui mais de 160 lojas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, preparou um plano de abertura especial para garantir uma experiência de compra tranquila e segura para os cidadãos de São José do Norte.

 

A tradicional revista, com as ofertas de inauguração, será exclusivamente na versão digital e poderá ser solicitada previamente pelo cliente através do WhatsApp da loja (51) 9.8035.2236. Depois de conferir as promoções, ele poderá agendar a sua visita diretamente pelo celular para conhecer a filial.

 

Além do atendimento com horário marcado, a empresa vai seguir um protocolo de medidas para que todos se sintam protegidos: será monitorada a temperatura corporal de cada um que entrar na loja, a capacidade de atendimento ficará limitada em no máximo 3 pessoas ao mesmo tempo e haverá orientação para distanciamento de 2 metros entre as pessoas. Assim como os colaboradores, os clientes deverão usar máscaras (se alguém não tiver, a empresa fornecerá) e terão à disposição álcool em gel para as mãos. Além dessas medidas, será realizada também a higienização constante dos espaços e equipamentos da loja.

 

As comemorações de inauguração da nova Lebes iniciam às 9h, com o corte da fita inaugural,  promoções exclusivas e limitadas em moda e eletromóveis para todos da região. Os clientes em compra ainda receberão gratuitamente um kit com máscara de proteção e um frasco de álcool em gel.

História

Fundada em 1956, na cidade de São Jerônimo, interior do Rio Grande do Sul, a Lojas Lebes tornou-se uma das maiores redes varejistas do Estado. Com 64 anos de atuação, a empresa está presente em mais de 100 municípios, possui mais de 160 lojas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, um milhão de clientes ativos e mais de três mil funcionários.

 

A empresa, que fatura mais de R$ 1 bilhão, disponibiliza um variado mix de produtos nas linhas de moda feminina, masculina, infantil, acessórios, calçados, móveis, eletrodomésticos e tecnologia. Sempre pensando no seu propósito, de facilitar o acesso das pessoas aos seus sonhos, a rede abriu em agosto de 2017, no centro de Porto Alegre, a sua primeira Lebes Life Store. O novo modelo de negócios que une Lojas Lebes e serviços como café, restaurante, farmácia, entre outros, foi um marco para a história da empresa e do varejo gaúcho.

 

A Lebes também atua no ramo da indústria de confecção com a marca própria New Free, localizada em São Jerônimo. A fábrica produz mais de um milhão de peças por ano, comercializadas exclusivamente nas lojas da rede.

 

O Centro Administrativo da empresa está localizado no município de Eldorado do Sul, em uma área de dois mil m2. Já o moderno Centro de Logística de 19 mil m2 encontra-se no Parque Logístico da GLP, em Gravataí/RS.

 

A companhia, dentro da sua estrutura de negócios, possui a Lebes Financeira, que há mais de 10 anos é responsável pelo crediário da rede de varejo, oferecendo financiamentos e empréstimos aos clientes e colaboradores.  A Instituição é regulada pelo Banco Central e auditada pela KPMG, uma das maiores empresas do segmento no mundo. Com uma carteira de mais de 230 mil clientes, a Lebes Financeira movimenta mais de R$ 220 milhões por ano.

 

Fonte: Rádio Horizonte

 

Voltar para notícias