Voltar
02 de julho de 2020

Postos de saúde da Capital recebem máscaras de acrílico a partir do projeto Responsabilidade. Vista essa causa

Doação da empresa Indústria Visual está beneficiando 28 postos de saúde com equipamentos de proteção de acrílico. Ação contou com o apoio da Cufa-RS

 

Mais segura. É assim que a técnica em enfermagem Fernanda Fernandes, 37 anos, sente-se com a nova máscara de proteção de acrílico (face shield) em mãos. A profissional e seus colegas, que atuam na Unidade de Saúde Pitoresca, no bairro Partenon, na Capital, receberam 42 protetores faciais, na manhã desta quarta-feira (24), para trabalharem na linha de frente na batalha contra o coronavírus.

A ação faz parte do projeto Responsabilidade. Vista essa causa, parceria formada pelo Grupo RBS, Lojas Lebes e Lojas Renner com o intuito de proteger as pessoas contra a covid-19. A iniciativa ganhou o reforço de Gauchafarma, Frigelar e Indústria Visual, que uniram forças para doar 1,2 mil máscaras de acrílico para 28 postos de saúde de comunidades da Capital e 30 mil máscaras descartáveis para áreas da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Fernanda relata que o primeiro lote de face shield que chegou na unidade de saúde não tinha um fechamento muito confortável e apertava o rosto. Após experimentar a nova máscara, ela vestiu não somente a proteção, mas também um sorriso no rosto:

— Esse modelo é bem mais confortável. Não embaça e não aperta a nossa cabeça. Já passamos a usar ainda pela manhã. Estamos bem contentes com a chegada dos materiais. Usando face shield e máscara, a gente fica protegido.

Paulo Daniel Santos, coordenador da Central Únicas da Favelas no Rio Grande do Sul (Cufa-RS), que distribuiu os equipamentos de proteção no posto Pitoresca, afirma que a cidade vive um momento preocupante, tendo em vista a curva ascendente de casos confirmados e internações:

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 24-06-2020: Entrega de face shield na Unidade de Saude Pitoresca, no bairro Partenon, para a enfermeira Pamela Araujo Rosa, pela campanha Responsabilidade: vista essa causa. Cada unidade de saude recebe 42 protetores faciais. (Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS)Indexador: Mateus Bruxel<!-- NICAID(14529809) -->

Enfermeira Pamela Araujo Rosa testa o equipamento de proteçãoFoto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

— Esse cenário deixa todos apreensivos, mas deixa os profissionais de saúde ainda mais alertas porque são eles os que fazem os cuidados básicos e entram em contato com pessoas que, às vezes, nem sabem que estão com a doença. Preservar a saúde destas pessoas que fazem tanto por nós é crucial neste momento, porque eles também estão temerosos. E a população precisa colaborar também. O uso de máscara não é uma questão partidária ou ideológica, é de saúde pública.

Outros 27 postos de saúde estão sendo beneficiados. Cada um deles recebe 42 máscaras de acrílico. A distribuição ocorrerá em quatro dias, sendo visitadas sete unidades de atenção básica por dia.

 

Fonte: Diário Gaúcho

Voltar para notícias