Voltar
01 de setembro de 2021

Rede gaúcha com 190 lojas aumentou em 40% a venda de notebooks na pandemia

O presidente Otelmo Drebes vê a necessidade de um computador “per capita” nos lares

 

A rede de Lojas Lebes está apostando que a venda de notebooks, turbinada pelo home office, continuará aumentando. Segundo a varejista, o primeiro semestre de 2021 comercializou 24% mais sobre o mesmo período de 2020, quando estourou a pandemia e a venda do eletrônico subiu 12%. Na comparação com 2019, a alta agora é de 38%.

— O consumo aumentou muito pela necessidade de um notebook “per capita” em muitos lares. Além disso, a pandemia acelerou em, pelo menos, dois anos a renovação do produto com um upgrade. As empresas também precisaram se adaptar, trocando desktops por notebooks e facilitando, assim, o trabalho dos colaboradores — comenta Otelmo Drebes, presidente da Lojas Lebes.

Os números de unidades vendidas não são informados pela empresa, mas ela diz esperar que 2021 supere 2019 em 40% na venda de notebooks. O tíquete médio do item fica em R$ 4,5 mil. As características dos notebooks mais vendidos na Lebes em 2021: processador potente e de alta performance, placa de vídeo integrada, armazenamento SSD com 256GB e memória de 8GB. A Lojas Lebes está, atualmente, com mais de 190 lojas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

 

Fonte: GZH

Voltar para notícias