Voltar
10 de maio de 2021

Rede Lebes instala usinas solares em filiais do RS

Expectativa é chegar ao final de 2022 com 100% das filiais abastecidas pela energia gerada pelo sol

Apostando em geração de energia limpa, em outubro a Lojas Lebes vai instalar a Lebes 1, uma grande usina solar construída em um complexo de geração de energia em Tapes. A estrutura produzirá o suficiente para abastecer 45 das 170 filiais da rede varejista.
A rede varejista também está implantando mais oito usinas fotovoltaicas no Rio Grande do Sul. A maior delas ficará no centro administrativo, em Eldorado do Sul, e será instalada em maio. Ela será capaz de abastecer o escritório e também algumas filiais. Outras três usinas da empresa já operam no Estado desde 2019.
Com os investimentos novos, somados aos já feitos nos últimos anos, serão 58 lojas abastecidas pela energia gerada do sol até o final de 2021, o que representa uma redução de 40% do consumo de energia de fontes tradicionais. O investimento é de R$ 8 milhões.
Depois da Lebes 1, a expectativa é implantar a Lebes 2 e a Lebes 3, e, assim, chegar ao final de 2022 com 100% das lojas utilizando energia solar, informou Otelmo Drebes, presidente da Lojas Lebes.

RS está em 2º lugar no ranking nacional

O Rio Grande do Sul está entre os três estados brasileiros com maior potência instalada de energia solar na geração distribuída. Segundo recente mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), a região possui 652,9 megawatts (MW) em operação nas residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos.
A potência instalada de energia solar distribuída no Rio Grande do Sul coloca o estado na segunda posição do ranking nacional da ABSOLAR. Segundo a entidade, o território gaúcho responde sozinho por 12,6% de todo o parque brasileiro de energia solar distribuída.
O estado possui 60.765 conexões operacionais, espalhadas por 495 municípios, ou aproximadamente 99,6% dos 497 municípios da região. Atualmente, são cerca de 75.267 consumidores de energia elétrica que já contam com redução na conta de luz e maior autonomia e segurança elétrica.

Fonte: Portal de Noticias

Voltar para notícias